Para onde caminha o EAD? Parte 2

Veja quais são as ferramentas tecnológicas que agregam valores aos processos de ensino-aprendizagem!

 

Na semana passada listamos 3 tendências em EAD que devem ser incorporadas às estratégias pedagógicas das IES. Retomamos agora e apresentamos a vocês mais 3 tecnologias que devem agregar valor aos processos de ensino-aprendizagem.

 

esquema-12

 

1 – O que é Big Data?

 

Com a aceleração dos fluxos informacionais e o incremento das novas tecnologias da informação e comunicação, a compilação e análise de dados tornaram-se importantes ferramentas a serviço de pedagogos e professores que, conseguem acompanhar o comportamento de navegação dos alunos através de relatórios com indicadores de desempenho individualizado.

Ferramentas analíticas estão cada vez mais presentes nos AVAs, criando assim um mapa capaz de registrar e acompanhar cada passo dado pelo aluno nas salas virtuais de aprendizagem.

 

Por que usar?

 

São muitos dados que essas ferramentas são capazes de rastrear, agregando assim uma série vasta de recursos a serem explorados pelas IES:

 

  • Apresenta estatísticas sobre o tempo de permanência de cada aluno no ambiente virtual de aprendizagem;
  • Compila dados sobre como os materiais didáticos são acessados, indicando trechos em que o aluno passa mais tempo;
  • Ajuda a identificar padrões de navegação capazes de nortearem a definição dos objetivos pedagógicos;
  • Auxilia na identificação de alunos com necessidades especiais, possibilitando a criação de cursos de nivelamento.

 

esquema-22

 

2 – O que é Automation?

 

Vivemos em uma sociedade em que, cada vez mais, os processos de produção e compartilhamento de conteúdo deixaram de ser centralizados, para se tornarem colaborativos e democráticos.

Os softwares autorais também acompanharam essa evolução e estão cada vez mais intuitivos, tornando possível a produção de objetos de aprendizagem sofisticados através de poucos cliques.

Se alguns anos atrás produzir um objeto exigia o envolvimento de profissionais como programadores, designers instrucionais, ilustradores, web designers, entre outros, nos dias de hoje o próprio autor/professor é capaz de elaborar os materiais através de ferramentas de fácil manuseio, tornando assim o processo de produção mais rápido e acessível.

 

Por que usar?

 

  • Mais velocidade na produção de materiais didáticos;
  • Maior eficiência de revisão e atualização;
  • Redução de custos;

 

esquema-31

 

3 – O que é API?

 

Abreviado do inglês “Application Programming Interface”, as API’s, como o próprio nome já diz, são aplicativos que desempenham o papel de interface entre dois sistemas, criando assim uma integração que resulta em novas funcionalidades dentro do AVA. Os API’s para eLearning mais conhecidos são o SCORM e o Tin Can, que fazem com que os materiais didáticos se comuniquem com os ambientes de aprendizagem.

 

Por que usar?

 

  • São capazes de integrar diferentes soluções, tornando os processos mais eficazes;
  • Incorporam novos recursos aos AVA’s, incrementando a administração de cursos e disciplinas;
  • Facilitam a administração dos dados e a comunicação entre os agentes dos processos;
  • Otimizam processos através da interface entre diferentes softwares.

 

Bom, por enquanto é isso, não se esqueça de participar nos enviando um e-mail para contato@agenciawebnauta.com com sugestões, críticas e insights do nosso portal de notícias.

 

Sem comentários

Publicar Comentário