Como usar o Youtube para transformar o seu Curso Online

Veja como você pode utilizar o Youtube como ferramenta para complementar o conteúdo dos seus cursos online e oferecer melhor conteúdo aos alunos.

 

Milhões de pessoas assistem vídeos do Youtube diariamente. Isso significa que uma grande porcentagem dos seus alunos já está familiarizada com a rede de compartilhamento de vídeos. Então por que não utilizar isso ao seu favor e adicionar uma nova forma de interação no seu Curso Online? Os vídeos de eLearning atendem à todas as necessidades de aprendizado pois eles possuem uma boa variedade multimídia. Portanto, os alunos que preferem elementos visuais no eLearning conseguirão absorver tanto conteúdo quanto aqueles que preferem áudio. A seguir 5 formas de utilizar o Youtube no seu próximo curso online.

1. Crie tutoriais que simplifiquem tarefas complexas

img1

O Youtube já está repleto de tutoriais passo a passo sobre uma grande quantidade de assuntos, desde conserto de laptops até serviços de spa. Esses vídeos online podem reduzir o orçamento do seu curso, contanto que você consiga achar os vídeos corretos. Isso acontece porque você não precisará gastar para produzir um vídeo tutorial para o seu programa de eLearning e pode apenas fazer o embed de um vídeo já existente no lugar. Se não existir nenhum tutorial que seja relevante para os seus alunos, você pode considerar criar o seu próprio e fazer o upload para o Youtube. Dessa forma os seus alunos podem aproveitar um tutorial customizado e isso pode chamar a atenção de pessoas interessadas no assunto do tutorial. Esta abordagem é ideal para tarefas mais complicadas, porque eles podem ser separados aos seus tópicos mais básicos.

2. Desenvolva uma lista de vídeos imperdíveis.

img2

Além de incorporar vídeos do YouTube em seu curso eLearning, você também pode criar uma lista de vídeos de eLearning que os seus alunos on-line podem ver em seu tempo livre. Basta fazer uma busca rápida no YouTube, usando palavras-chave específicas, para encontrar vídeos on-line que sejam relacionados com o assunto. Isto permite que você ofereça uma grande variedade de recursos de eLearning suplementares sem ter que adicioná-los ao seu curso, isso pode ajudar a reduzir a sobrecarga cognitiva e diminuir dúvidas.

3. Faça upload de seus treinamentos online.

img3

Muitas empresas já oferecem eventos de treinamento on-line que permitem que os instrutores e alunos possam interagir uns com os outros. Infelizmente, agendas lotadas, distrações e fusos horários diferentes podem impedir que os funcionários assistam à sessão de treinamento on-line. É nesse momento que o YouTube pode ser uma ferramenta valiosa. Registrar o evento ao vivo e, em seguida, enviá-lo para uma plataforma de compartilhamento de vídeo. Você ainda pode usar uma ferramenta de edição de vídeo para adicionar efeitos, legendas ou remover clipes que não são tão relevantes. Certifique-se de que você tem a aprovação de todos os seus participantes sobre os seus comentários e respostas, texto, áudio ou vídeo, que serão incluídos no produto. Você também pode decidir ler todas as perguntas e comentários em voz alta durante a gravação de sua apresentação, caso você não possa adicioná-las como texto.

4. Crie vídeos de eLearning mobile-friendly.

img4

Um dos benefícios mais significativos do uso do YouTube no e-learning é que ele tem o seu próprio aplicativo mobile. Portanto, você pode fazer upload de um vídeo para o YouTube e ele será mobile-friendly instantâneamente. Esta pode ser uma ótima alternativa se você não estiver usando uma ferramenta de design responsivo, já que o vídeo on-line pode ser visto em smartphones, tablets e outros dispositivos móveis. O YouTube também possui controles de reprodução e volume, o que significa que seus alunos on-line pode acessar o conteúdo de eLearning em espaços públicos. Outros recursos como a adição de legendas também podem ser interessantes, certifique-se de que o conteúdo está revisado antes de fazer o envio.

5. Incentive os alunos a criar seu conteúdo no Youtube.

img5

Em vez de oferecer seus alunos uma variedade de tutoriais em vídeo, apresentações online e demonstrações de produtos, por que não pedir que eles criem os seus próprios materiais de treinamento? Incentive seus alunos on-line para projetar seus próprios vídeos do YouTube do início ao fim. Isso inclui storyboards, seleção de imagem, gravação de áudio e edição. Eles terão de ter uma boa compreensão do assunto, já que para produzir um vídeo existe a necessidade de resumir o tópico em diversas lições menores. Assim, quando estiver pronto os alunos poderão compartilhar os materiais e experiências adquiridas durante o processo.

Por que não tentar usar algumas das dicas e técnicas neste artigo para usar o YouTube no seu próximo curso?

1Comentário
  • carlos castillo
    Publicado às 17:31h, 08 agosto

    Incentivar aos alunos EaD, para projetarem seus próprios vídeos é uma ótima ideia, até por questão de prática da oratória e tudo mais, apoio essa iniciativa. Acredito que o desafio é poder fazer uma boa gestão do conhecimento, juntando todos esses vídeos num curso que seja muito numeroso, por dar um exemplo.

Publicar Comentário