6 Dicas para aumentar a coerência do seu curso de eLearning

Coerência é um passo importante para alcançar a qualidade. E qualidade ajuda a aumentar a credibilidade perante o seu público. Nesse artigo veremos 5 dicas fáceis para melhorar a consistência e coerência do seu eLearning.

A maioria dos profissionais produzem os cursos de eLearning em etapas. Nós juntamos uma peça de cada vez antes de partir para a próxima etapa. É uma forma de manter o processo mais gerenciável a partir dos objetivos pré estabelecidos. Porém um problema encontrado em relação à esse processo é a falta de continuidade. Em vez de criar uma experiência mais coesa de eLearning, isso pode acabar ficando fragmentado e desconexo. Felizmente, existem dicas que podem te ajudar a manter a coerência do seu eLearning.

1. Crie uma paleta de cores

img1

Uma das formas mais eficientes de fazer uma conexão com os elementos dentro de um material de aprendizagem é através de uma paleta de cores. Ela deve ter entre 3 a 4 cores no máximo, criando um visual coeso sem ficar confuso. Escolha tons que esteja alinhados com a identidade visual da sua marca e do tema trabalhado. Também considere que as cores transmitem sensações e emoções dependendo de suas combinações. Vermelho pode trazer a ideia de urgência, isso pode ser usado como uma forma de criar avisos ou destacar um conteúdo por exemplo.

Você pode usar cores diferentes para separar seus títulos, subtítulos, entre outros pontos de formatação importantes. Seja consistente nas escolhas e as mantenha para não confundir o aluno.

2. Use modelos

img2

Templates de eLearning são excelentes para alcançar uma experiência de eLearning coerente. Você pode desenvolver um modelo com o seu logo, layout de página padrão e a sua paleta de cores. Podem ser inseridos “placeholders” que depois podem ser substituídos por texto, gráficos ou conteúdo multimídia. Após isso talvez sejam necessárias algumas modificações para cada tema, módulo, etc. Usar cores como forma de diferenciar os módulos ou público de cada curso pode deixar o material mais organizado.

3. Escolha as fontes de maneira sábia

img3

Um erro comum na produção de um eLearning é a grande quantidade de fontes utilizadas para aumentar o apelo emocional. No entanto o ideal é escolher entre 2 a 3 fontes para utilizar no seu curso de eLearning. Prefira fontes mais legíveis e considere o fato de que as pessoas acessam o material em diferentes tamanhos de tela e dispositivos.

Títulos e subtítulos podem ter fontes diferentes para facilitar sua identificação e acompanhamento do conteúdo.

4. Seja consistente

img4

Escolha seus ícones de navegação e os utilize em todo o curso. Prefira ícones que são mais familiares aos alunos, como os ícones de voltar representados a partir de uma seta por exemplo.

5. Siga o padrão de estilo

img5

Todo o programa de eLearning deveria seguir uma guia de estilo que padroniza tudo, desde fontes até a forma de escrever. Esse tipo de organização vai ajudar a manter o conteúdo padronizado e coerente com a mensagem que se pretende passar. Uma guia de estilos funciona como um “Livro de Regras” e possui normas para Designers, instrutores, escritores, etc.

6. Faça reuniões constantes

img6

Além de padronizar e criar uma guia para isso as reuniões também são necessárias para garantir a coerência do programa de eLearning durante todas as suas etapas. Utilize de reuniões presenciais, ou serviços de vídeo conferência para se adequar às necessidades da equipe. Além de acompanhar o trabalho realizado você pode oferecer ajuda e recomendações necessárias.

A finalidade do eLearning é ser um material intuitivo, bem organizado e de fácil navegação para atingir os objetivos desejados.

Sem comentários

Publicar Comentário