5 formas de engajar os Millennials no eLearning

Como a Geração Y, chamados também de Millennials, podem ser cativados por novas metodologias e experiência de ensino no eLearning.

 

Em 2015, os Millennials, como são chamados os nascidos entre 1980 e 2000 se tornaram a força de trabalho predominante nos Estados Unidos, ultrapassando os “Baby-boomers” e a Geração X, seus predecessores diretos. A diferença dos Millennials para os demais é o fato de ser a primeira geração a crescer com os computadores e a internet. Isso significa que essas pessoas esperam condições inovadoras e o uso constante de uma variedade de tecnologias no ambiente de trabalho. A PulseLearning listou 5 formas de engajar os Millennials de uma forma eficiente no eLearning.

1. Ofereça oportunidades de treinamento e desenvolvimento

1

Apesar dos Millennials geralmente serem descritos como narcisistas, pessoas distraídas e mais interessadas no bem estar próprio do que em educação, isso está longe de ser verdade. Em um estudo recente, foi perguntado aos Millennials quais os três benefícios mais valorizados pelos seus empregadores. Bônus em dinheiro ficou em terceiro lugar, opções flexíveis de trabalho em segundo, e treinamento e desenvolvimento ficou com o primeiro lugar. Então o primeiro passo é simples. Para engajar os Millennials no eLearning e proporcionar satisfação no seu trabalho você precisa oferecer acesso a treinamentos, recursos para desenvolvimento profissional e oportunidades de aprendizado.

2. Faça treinamentos que tenham sentido

2

Um estudo mostrou que gerentes acham que os Millennials priorizam o dinheiro, porém, “fazer um trabalho significativo” foi considerado por eles como o fator mais importante em uma carreira de sucesso. Os Millennials precisam perceber um propósito no seu trabalho e que eles estão fazendo a diferença, eles estão sedentos por conhecimento e informação ao mesmo tempo em que estão dispostos a aplicar isso no seu trabalho de alguma forma. Por essas razões, o treinamento precisa ser relevante e com algum propósito. No eLearning, criar situações imersivas e interativas é uma ótima forma de engajar enquanto se usa do som para informar. Cenários eficientes colocam os estudantes em uma situação e os desafia para que encontrem a melhor solução. Usar vídeos como um recurso no treinamento online é uma boa alternativa, pode ser utilizado com histórias reais de outros colaboradores da empresa visando uma conexão emocional.

3. Ofereça acesso através do Mobile

3

Pesquisas indicam que Millennials esperam condições de trabalho flexíveis e acreditam que no futuro isso será uma regra. Por essa razão e considerando o fato de que os Millennials estão acostumados a acessar informações em tempo real nos dispositivos móveis, as soluções de eLearning devem estar disponíveis em smartphones e tabblets. O conceito de mLearning não é somente disponibilizar conteúdo nos dispositivos móveis, requer uma metodologia de design que molde a experiência de ensino em pequenos momentos de aprendizado rápido.

4. Utilize dos valores dessa geração

4

Millennials estão abertos a mudança e são criativos e adaptáveis, características ótimas para qualquer profissional. Para motivar essas pessoas no eLearning, a experiência de aprendizado deve usar uma grande variedade de mídia e oportunidades de interação. Não é segredo que a maioria dos Millennials adoram as redes sociais e as utilizam diariamente, por isso programas de eLearning devem aplicar essas características sociais no seu conteúdo.

5. Considere o smartphone como principal dispositivo

5

87% responderam nessa pesquisa sobre o comportamento que nunca saem de perto dos seus celulares e este é a primeira coisa que procuram ao acordar. São essas estatísticas que mostram que não é suficiente desenvolver apenas para Desktops e tablets, é o smartphone que será o principal dispositivo nessa geração. Aplicativos e a gamificação podem ser ótimas estratégias em uma experiência eLearning perfeita para os Millennials.

 

Fontes: KPCB, Internet Trends 2015, eLearning Industry.

Sem comentários

Publicar Comentário